Arthur Elias, técnico do Corinthians, rechaça favoritismo e exalta evolução do Avaí/Kindermann

arthur-elias,-tecnico-do-corinthians,-rechaca-favoritismo-e-exalta-evolucao-do-avai/kindermann

Sob o comando do Corinthians desde 2016, o técnico prezou por uma postura cautelosa durante a coletiva de imprensa da final do Brasileirão Feminino A-1.

O Corinthians demonstrou dentro de campo ser uma das grandes forças do Campeonato Brasileiro Feminino A-1. Com melhor ataque e melhor defesa, o Timão liderou com sobras a Primeira Fase da competição. Mas para Arthur Elias, técnico da equipe, o retrospecto positivo não vale de nada às vésperas de uma final. Durante o media day do torneio nacional, realizado nesta sexta-feira (20), na sede da CBF, o comandante das Alvinegras evitou o rótulo de favorito e exaltou a força e evolução do Avaí/Kindermann.

No comando do Timão desde 2016, Arthur relembrou a final do Brasileirão de 2019 para justificar sua postura. Na ocasião, o Corinthians tinha uma campanha similar à dessa temporada, mas acabou superado nos pênaltis pela Ferroviária. Deste modo, o treinador rechaça qualquer tipo de favoritismo baseado no desempenho de seu time nos pontos corridos.

“Por isso a gente trabalha demais e não olha para o que fizemos lá atrás. A final está totalmente em aberto. Realmente, fizemos mais pontos que o Kindermann, assim como fizemos mais pontos que a Ferroviária no ano passado e perdemos o título. Agora é fazer nosso melhor, confio muito na nossa equipe para que sejamos merecedores de sermos campeões nessa final de Brasileiro”, analisou o comandante alvinegro.

Sob a batuta de Arthur Elias, o Timão chegou a sua quarta final de Brasileirão consecutiva – um recorde entre os clubes participantes do torneio. No entanto, apesar do retrospecto de sucesso nas últimas temporadas, o técnico do Corinthians admite que ainda sente o frio na barriga às vésperas de uma final dessa magnitude. Em tom respeitoso, o comandante alvinegro elogiou o nível do seu adversário, mas também exaltou a competência do elenco que tem nas mãos.

“Na hora que perder o frio na barriga, melhor parar (risos). Faz parte do esporte. Nos últimos anos, tive uma estrutura que me deu essa oportunidade, fomos competentes para aproveitar. A gente sabe da dificuldade que vai enfrentar do outro lado, uma equipe muito tradicional no futebol feminino, com um treinador experiente e excelentes jogadoras. A equipe do Avaí/Kindermann evoluiu muito nesses últimos 4 anos, sabe jogar o jogo de diversas maneiras, estamos preparados para essas variações que podem vir”, declarou Arthur Elias, durante a coletiva de imprensa.

A aguardada final do Campeonato Brasileiro Feminino A-1 se inicia no próximo domingo (22), às 20h, na Ressacada, em Florianópolis. O confronto de volta entre Avaí/Kindermann e Corinthians, que definirá quem levantará o caneco, será disputado no dia 6/12, às 20h, na Neo Química Arena. As partidas terão transmissão da Band, da ESPN e da página oficial do Brasileirão Feminino no Twitter: @BRFeminino.

Total
0
Shares
Previous Article
equipes-usarao-patch-especial-para-finais-do-brasileirao-feminino

Equipes usarão patch especial para finais do Brasileirão Feminino

Next Article
as-vesperas-da-final-do-brasileirao-a-1,-tamires-exalta-apoio-da-torcida-ao-longo-da-temporada

Às vésperas da final do Brasileirão A-1, Tamires exalta apoio da torcida ao longo da temporada

Related Posts