Força como mandante é trunfo do Avaí-Kindermann na final do Brasileirão Feminino A-1

forca-como-mandante-e-trunfo-do-avai-kindermann-na-final-do-brasileirao-feminino-a-1

Clube catarinense joga em casa no primeiro embate da decisão contra o Corinthians e quer abrir vantagem.

O Avaí-Kindermann entra em campo neste domingo (22), às 20h, contra o Corinthians, na Ressacada, em Florianópolis (SC), pela primeira partida da final do Brasileirão Feminino A-1. Uma das missões das Leoas é defender a boa campanha feita em casa, que foi fundamental para fazer a equipe chegar até a decisão.

A única derrota das Caçadoras em seus domínios foi para o São Paulo na semifinal. Mas, na ocasião, o resultado não afetou a festa do clube catarinense. Além do confronto com o Tricolor, o Avaí-Kindermann teve outros nove jogos como mandante na competição. Na fase classificatória, no Carlos Alberto Costa Neves, em Caçador, bateu Vitória (7 a 0), Grêmio (1 a 0), Santos (2 a 1), Audax (9 a 0), Minas Brasília (6 a 1) e o Iranduba (3 a 0) e empatou com São Paulo (1 a 1) e Cruzeiro (1 a 1). Já nas quartas de final, abriu a vantagem de 3 a 2 sobre o Internacional, na Ressacada, em um jogo disputado.

Avaí-Kindermann vence jogo de ida contra Internacional nas quartas de final do Brasileirão Feminino A-1

Avaí-Kindermann vence jogo de ida contra Internacional nas quartas de final do Brasileirão Feminino A-1


Créditos: Mariana Capra/Internacional

Assim como no embate com as Gurias Coloradas, o time comandado por Jorge Barcellos iniciará os primeiros 90 minutos da final em casa e otimista para repetir a estratégia. Mas terá do outro lado do campo o Corinthians, único time que supera as catarinenses como melhor ataque e que venceu o encontro da primeira fase por 2 a 1, no Parque São Jorge. Porém, tem como singular derrota justamente uma partida fora de casa, contra o São Paulo (2 a 1), em Cotia.

Para utilizar os benefícios das estatísticas, as Leoas dispõem de um elenco versátil, em que os gols são convertidos tanto por jogadoras da defesa quanto do ataque. Nas quartas, contra o Internacional, por exemplo, as zagueiras Simeia e Camila balançaram a rede em casa e ajudaram na classificação. Na final, a atuação delas será imprescindível para anular as criações das paulistas e proporcionar a mesma dificuldade que o Palmeiras gerou às corintianas, na fase anterior, no empate sem gols, no Allianz Parque.

Campanha do Avaí-Kindermann dentro de casa

Jogos: 10

Vitórias: 7

Empates: 2

Derrota: 1

Gols marcados: 33

Gols sofridos: 7

Total
0
Shares
Previous Article
campea-em-2015,-lele-busca-bi-do-brasileirao-feminino-em-primeira-final-com-o-avai/kindermann

Campeã em 2015, Lelê busca bi do Brasileirão Feminino em primeira final com o Avaí/Kindermann

Next Article
avai/kindermann-e-corinthians-abrem-final-do-brasileirao-feminino-a-1

Avaí/Kindermann e Corinthians abrem final do Brasileirão Feminino A-1

Related Posts