Líder do PT anuncia ação para TSE apurar fala de Bolsonaro sobre fraude na eleição

O líder do Partido dos Trabalhadores (PT) no Senado, Rogério Carvalho (SE), comunicou aos senadores nesta quarta-feira (11), durante reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que o partido e as bancadas do PT na Câmara dos Deputados e no Senado protocolaram nesta terça-feira (10) representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e na Procuradoria-Geral da República (PGR) cobrando providências legais contra o presidente Jair Bolsonaro por sua declaração de que teria havido fraude nas eleições de 2018.
Na petição ao TSE, é pedida instauração de processo administrativo para verificar a veracidade ou não da declaração do presidente da República. Senadores e deputados pedem que sejam tomadas ações necessárias contra o presidente da República por crime de responsabilidade, caso verificada a improcedência das acusações de Bolsonaro.
À Procuradoria-Geral da República (PGR), os petistas solicitam a abertura de um inquérito para apurar os fatos. Segundo Rogério Carvalho, o presidente tem feito reiterados ataques às instituições.  
Além do líder do PT no Senado, assinam a representação a presidente do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), e o líder do partido na Câmara, Enio Verri (PR).
— O presidente joga contra o Congresso Nacional, contra o STF, joga contra todas as instituições — disse Rogério, durante a reunião.
Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)